Política

Contrariando Michel Temer, Eduardo Amorim afirma que continuará votando contra a Reforma Trabalhista

O senador já tinha dado o seu voto contrário na Comissão de Assuntos Sociais.
por Redação do Portal Itnet
04/07/2017 08:32h

Na última segunda-feira, 03, o senador Eduardo Amorim concedeu entrevista às rádios Atalaia AM e Xodó FM. Ele afirmou que manterá o voto contrário na proposta de Reforma Trabalhista. "A reforma trabalhista será votada em Plenário. Manterei a coerência e reafirmarei meu voto contrário", disse.

No dia 20 de junho, o relatório do senador Ricardo Ferraço do PSDB do Espírito Santo foi rejeitado por 10 votos contrários e 9 favoráveis na CAS (Comissão de Assuntos Sociais). Um dos fatores decisivos para a derrota de Michel Temer na comissão foi o voto contrário de Amorim, que mesmo sendo aliado do Presidente acabou por seguir os seus princípios e votou contra.

A pergunta que fica no ar é: será que depois de reafirmar publicamente o seu voto contrário em plenário, o senador sofrerá algum sansão do PSDB, que é aliado do Presidente Temer?

 

 

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também