Saúde Legal

Benzetacil está suspensa temporariamente no país

Produto passará por fase de validação que venham a melhorar a sua efetividade.
por Jeferson Machado
30/07/2017 09:26h

A Eurofarma, laboratório farmacêutico que detém o registro comercial da Benzetacil, divulgou na semana passada, que suspenderá a fabricação do seu produto temporariamente. Segundo o mesmo, o medicamento passará por uma validação, que venham a garantir a sua eficácia. O laboratório garante ainda que as unidades que estão à venda não apresentam problema algum, e podem ser utilizadas com segurança, desde que dentro da validade informada na embalagem. 

O medicamento possui 40 anos de história e é utilizado para tratamento em diversas situações, principalmente em infecções. Pelo fato de ser amplamente utilizado, a sua falta sempre é ponto de preocupação entre os brasileiros. Em 2015, houve uma enorme crise por conta de sua escassez no mercado, devido à falta de matéria-prima.

Posso substituir a Benzetacil?
Em caso de falta no mercado, a injeção de penicilina G benzatina pode ser adquirida por outro substituto de mesma composição, desde que tenha o consentimento do médico e farmacêutico, a exemplo da Bepeben, medicamento do laboratório Teuto e similar à Benzetacil. Essa alternativa terapêutica também se aplica aos produtos dos fabricantes Fundação para o Remédio Popular (Furp) e Novafarma Indústria Farmacêutica LTDA, que possuem registro na Anvisa para produzir a penicilina benzatina. 

Quando a Benzetacil volta?
Em nota, a Eurofarma informa que deseja retomar a fabricação o mais rápido possível, porém não determina um prazo fixo. Alguns portais de notícias chegaram a relatar que essa fabricação pode ser retomada em outubro.

Confira a nota da Eurofarma:
http://www.eurofarma.com.br/release/comunicado-importante-sobre-benzetacill/

Jeferson Machado Santos.
CRF-SE: 658. 
Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.
Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.
Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.
Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo