Saúde e Ciência

Carira: vítima de acidente espera oito horas por atendimento do SAMU. Gestão municipal reclama do serviço

A Secretária Municipal de Saúde de Carira emitiu nota a respeito do descaso do estado com a saúde dos carirenses.
por Redação do Portal Itnet
16/08/2017 08:55h

Por Taís Cristina

O que era para ser um serviço de urgência e emergência, em Sergipe, tem se tornado alvo de muitas críticas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Sergipe, eu seu baixo efetivo, não está cumprindo com o trabalho de urgência. No dia de ontem, 15, um jovem vítima de acidente no município de Carira, no Sertão do estado, esperou oito horas para ser atendido pelo SAMU.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Brígida Chagas, o jovem foi levado ao hospital pelos familiares, e o SAMU só chegou para atende-lo cerca de oito horas depois. A secretária afirma que a ambulância do SAMU que havia no município foi levada para manutenção e até agora não voltou. Brígida, inclusive, emitiu nota sobre o descaso do estado com os pacientes que precisam de atendimento de emergência.

Segundo o prefeito de Carira, Negão Chagas (PSC), o município já entrou com uma ação no Ministério Público para denunciar o descaso. Ele também afirma que solicitou do SAMU um treinamento para os profissionais municipais. “O município vai disponibilizar duas equipes de enfermeiros para treinamento, para que estes estejam habilitados para socorrer os pacientes. Nós não podemos ficar parados a mercê do estado, precisamos fazer alguma coisa”.

Prefeito Negão de Carira

 

Na segunda-feira, 14, uma colisão vitimou fatalmente um idoso no município de Carira, e de acordo com a secretária Brígida, a demora do SAMU, que custou cerca de três horas, contribuiu para o óbito da vítima, que se tivesse sido socorrida depressa talvez não tivesse morrido. Apesar do Governo de Sergipe ter anunciado a aquisição de novas ambulâncias, o serviço e o efetivo atual não conseguem dar suporte a todo o estado, e o trabalho, que seria de urgência e emergência, fica desqualificado.

Confira na íntegra a nota da Secretária de Saúde de Carira:

Sucatearam o SAMU EM Sergipe... O Serviço, que deveria ser de urgência e assim ajudar a salvar vidas, hoje pode, sem medo de errar, ser visto como uma das grandes vergonhas da administração do Sr. Jackson Barreto. Como se não bastasse os salários dos servidores parcelados, a malha viária destruída, dezenas de obras paralisadas, ele resolveu de uma vez por todas tirar da população a maior das preciosidades que podemos ter: O Direito à vida.

Em Carira, Cidade que tem uma base do SAMU, a coordenação estadual do Programa levou a ambulância, sem sequer comunicar ao Gestor Municipal. Quando foi procurada, informou que tinha ido pra Oficina. É lá se vão três meses. Hoje, depender da SAMU em qualquer um dos municípios sergipanos, é ser um potencial candidato à morte. Na semana passada um jovem de 16 anos deu entrada no hospital de Carira por volta das 21 horas com a pressão alta, de imediato o médico plantonista acionou a SAMU, o jovem teve um agravamento e apesar do esforço da equipe, foi a óbito na madrugada, sem que a SAMU chegasse para o socorro.

Ontem (segunda), uma vítima de acidente automobilístico esperou das 6:30 da manhã até as 14:00 horas pelo tal transporte de urgência, ainda embarcou na ambulância do SAMU, mas foi a óbito logo em seguida. Nesta terça feira, mais um caso similar. Um jovem ficou praticamente o mesmo tempo na espera. Teve mais sorte. É importante ressaltar que a Gestão Municipal tem adotado medidas para cobrar do Estado a responsabilidade por essas mortes e desmando no que diz respeito à saúde, ao direito à vida dos carirenses.

Já foram mantidos contados com a direção estadual do SAMU. Sem obter sucesso a administração, através da secretaria de Saúde, protocolou ofício no Ministério Público pedindo auxílio para resolver o problema. Torna-se necessário ressaltar que todos esforços estão sendo feitos pela atual administração para propiciar uma saúde de melhor qualidade.

O que não podemos é aceitar que o pífio Governo instalado em Sergipe dizime, mate a nossa população ao deixar de oferecer um serviço de qualidade. O Governo do Estado está sendo cobrado, nós devemos explicações à população, para esclarecer que SAMU é programa do Governo e este não tem cumprido as suas obrigações.

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo