Cidade

Altar da Paróquia de Santo Antônio está sendo restaurado. Saiba um pouco da história por trás desta restauração

Além do altar, grande parte das imagens dos santos também estão sendo restauradas.
por Redação do Portal Itnet
12/09/2017 09:04h
Atualizado em 12/09/2017 09:06h
Fotos: Taís Cristina

 

Por Junior Carvalho e Taís Cristina

Desde o mês de abril a população itabaianense viu que teve início o trabalho de reforma dos três altares da Paróquia de Santo Antônio e Almas, principal e mais antiga igreja do município serrano, fundada em 1675. Porém, não é apenas uma reforma, há toda uma história na reconstrução do altar. 

Quem está sob o comando da reforma é José Roberto, dono de uma empresa de arte e restauração da Bahia licenciada pelo IPHAN (Instituto Histórico e Artístico Nacional). De acordo com seu José, o que está sendo feito na verdade não é apenas uma reforma do altar, mas sim uma reconstrução. “O altar estava todo deteriorado, a madeira estava cheia de cupim e ele podia cair a qualquer momento. Estamos recuperando e devemos entrega-lo à população itabaianense antes do prazo previsto, que seria de um ano”, disse. As imagens da igreja também estão sendo restauradas por seu José.

Ainda de acordo com seu José, a ideia é de que o altar seja restaurado e, por meio de um processo de recuperação histórica, ele volte a ter suas cores originais dadas no ano de 1914, quando ganhou a forma atual pelas mãos do Mestre em esculturas José da Costa Melo, que lhe deu as cores de pérola, vermelho marmorizado com detalhes revestidos de folhas de ouro.

As cores que os itabaianenses conhecem atualmente foram dadas na última grande reforma da paróquia, no ano de 1978. O rosa e o azul bebê na época eram tidas como cores modernas. Segundo seu José, a expectativa é de que até novembro a reforma termine e o novo altar seja entregue à população.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo