Cidade

Entenda o fenômeno que pôde ser visto no céu na tarde de ontem, 07, em Itabaiana

Muitas pessoas ficaram assustadas achando que se tratava de um furacão ou tornado. Um geógrafo explica o fenômeno. Entenda.
por Redação do Portal Itnet
07/10/2017 19:56h
Atualizado em 08/10/2017 09:16h

No início da tarde deste sábado, 07, após um período de chuva forte, os itabaianenses viram algo diferente no céu: uma nuvem preta em formato de cone, que lembra o formato de um furacão. Esse fenômeno inusitado deixou muitas pessoas assustadas e com medo, achando que podia ser um furacão, tornado ou algo do tipo.

Foto: Rede sociais


O Portal Itnet procurou um especialista na área para explicar o tal fenômeno. De acordo com o professor e geógrafo Adriano Oliveira, trata-se de uma "nuvem funil", considerada como o tornado em sua fase inicial. Entenda:

"A Nuvem funil é o tornado em sua fase inicial, quando começa a descer da base da nuvem, ainda sem tocar no solo. É também chamado de tuba e pode ocorrer em  nuvens cumulonimbus e muito raramente em nuvens cumulus. Se uma nuvem funil toca o solo, torna-se um tornado. A maioria dos tornados começa como uma nuvem funil, mas muitas nuvens funil não fazem contato com o solo, e por isso não se tornam tornados.

Foto: Redes sociais

Em outras palavras, pode-se dizer que todo tornado que se forma foi uma nuvem funil antes. Tanto no tornado, quanto na nuvem funil, há um choque entre duas frentes de temperatura diferentes. “Uma quente e outra fria, que se colidem e descem fazendo um movimento na vertical. A diferença é que a nuvem funil é um choque entre temperaturas não tão distantes, porque quanto maior a diferença das temperaturas, maiores as chances deste funil encostar no chão".

Explica Adriano Oliveira Santos, professor de Geografia da rede Estadual e Particular de ensino.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo