Justiça

Sukita diz que laudo da Polícia Federal confirma que assinatura pedindo a renúncia dele como candidato foi falsificada

Ele foi candidato a deputado estadual em 2014 pelo PSB. Partido pediu a renúncia no TRE da candidatura de Sukita.
por Redação do Portal Itnet
27/12/2017 10:29h

O ex-prefeito do município de Capela (SE), Manoel Messias dos Santos, o Sukita, divulgou nesta terça-feira, 26, um laudo pericial informando que a assinatura que aparece como sendo dele no pedido de renúncia à candidatura a deputado estadual em 2014, é falsificada.

O documento encaminhado por Sukita é um laudo de perícia criminal, que teria sido feito pela Polícia Federal em Sergipe (PRF/SE). As folhas mostram diversas assinaturas colhidas em documentos, além de alguns trechos manuscritos por Sukita. A conclusão do perito Evandro José de Alencar Paton diz que 'A assinatura questionada atribuída a Manoel Messias Sukita Santos sobre o termo de renúncia apresenta características gráficas significativamente divergentes das encontradas no material padrão, o que permite concluir que é falsa e que foi confeccionada pelo método de imitação servil’.

Sukita era candidato a deputado estadual em 2014, quando foi preso pelos crimes de responsabilidade e lavagem de dinheiro, durante a gestão dele como prefeito do município de Capela. No dia nove de agosto de 2014 o pedido de renúncia da candidatura dele foi feita pela executiva estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB)ao Tribunal Regional Eleitoral. O termo de renúncia teria sido assinado por Sukita.

Na época, ele já afirmava que a assinatura não era dele. O presidente do PSB em sergipe, o deputado federal Valadares Filho, informou que o laudo da Polícia Federal não faz nenhuma acusação ao PSB, mas que os advogados do partido irão se aprofundar sobre o assunto. A Polícia Federal confirmou que o perito faz parte da equipe, mas disse que no momento ninguém está autorizado a falar sobre o assunto.

Fonte: G1/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo