Esporte

Em jogo com pênalti anulado e expulsões, Itabaiana e Frei Paulistano ficam no empate em Frei Paulo

O Itabaiana chegou aos 11 pontos e pode perder a liderança da competição neste domingo, 04.
por Redação do Portal Itnet
03/02/2018 19:12h

Na tarde deste sábado,03, aconteceu a abertura da quinta rodada do Campeonato Sergipano,com a partida entre Frei Paulistano e Itabaiana no estádio Titão, em Frei Paulo. Em jogo bastante movimentado, com direito a pênalti marcado pelo juiz a favor do Itabaiana e em seguida anulado - sobre esse lance o jogador Baco foi expulso por reclamar de forma acintosa com o arbitro da partida.

Foto: Itabaiana/AOI

Mesmo com um homem a mais desde os 27 minutos da segunda etapa, o Tricolor chegou a pressionar o time da casa que se segurou bem na defesa garantindo o zero a zero no placar.

Com esse resultado o Itabaiana permanece na liderança do Campeonato Sergipano com 11 pontos, mas pode ter sua liderança ameaçada neste domingo,04, basta que o Sergipe vença o Amadense, ou que o jogo entre Olímpico e Dorense tenha um vencedor.

Já o Frei Paulistano chegou aos quatro pontos e subiu uma posição na tabela, assumindo a sexta colocação da competição.

O jogo:

Na primeira etapa, mesmo jogando fora de casa foi o Tricolor que tomou as ações da partida; trocava muitos passes no meio campo, mas pouco assustava a meta do goleiro Ivan. Já o Frei Paulistano apostava em bolas alçadas na área. Os goleiros pouco trabalharam na primeira etapa.Na segunda etapa a equipe visitante começou a ter um volume maior de jogo, mas não era eficiente no ataque. Depois dos 20 minutos o Itabaiana voltou a dominar a partida, mas pecava nas finalizações.

O lance mais polêmico da partida:

Aos 23 minutos, em jogada individual de Danielzinho, na sequência Anderson Grafite chutou e a bola bateu em Ney Maruim. O árbitro da partida assinalou pênalti alegando que a bola teria tocado no braço de Ney. Os jogadores do Frei Paulistano inconformados com a marcação foram para a cima da arbitragem e Ney Maruim e Baco acabaram levando cartão amarelo.

O segundo insistiu nas reclamações e acabou sendo expulso. A confusão generalizou dento e fora das quatro linhas, e o massagista do Tricolor também foi expulso. Depois de toda essa confusão, o quarto árbitro chamou o árbitro central Marcel Philipe e disse que a bola não teria tocado na mão do atleta do Frei Paulistano.


O árbitro voltou atrás da marcação e anulou o pênalti. Com um jogador a mais, o Tricolor começou a pressionar bastante a equipe do Frei Paulistano, e teve pelo menos três oportunidades de tira o zero do placar, uma com Ratinho e duas com Grafite, em duas delas obrigando o goleiro Ivan a trabalhar e a outra a bola foi para fora. A equipe frei paulistana conseguiu segurar a pressão nos minutos finais e o jogo terminou no zero a zero.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo