Saúde e Ciência

“Eu não quero morrer”... Pacientes com câncer gritam por socorro em Sergipe

Dois pacientes morreram à espera de tratamento no Hospital Cirurgia. Quantos mais irão morrer?
por Redação do Portal Itnet
16/02/2018 08:45h

Será que o diretor do Hospital Cirurgia ama o que faz? Qual é o seu verdadeiro objetivo estando em um cargo sabendo que durante trinta dias, pessoas estão morrendo graças a inoperância administrativa de um centro médico. Este é o cenário que cerca o Hospital Cirurgia, em Aracaju. 

Há 30 dias, a máquina de radioterapia do hospital está quebrada por causa de problemas técnicos e por conta disso, cerca de 40 pacientes oncológicos do estado estão com o tratamento parado. Duas pessoas já morreram depois que o tratamento foi interrompido.

O que está acontecendo com esta equipe técnica?

Será que esta empresa está com algum problema financeiro com o Estado? Ou será que existe uma incapacidade técnica?

Seria interessante que a empresa responsável pela manutenção destas máquinas explicasse à sociedade sergipana o que está acontecendo. Um equipamento não pode e não deve quebrar tantas vezes, como acontece. Isto pode estar sendo causado por falta de prevenção, ou uma má manutenção.

Socorro! Estamos precisando de um promotor ou promotor que tenha compaixão pela causa do câncer e que cobre dos diretores, laudos técnicos, laudos de prevenção e comprovantes de pagamento de manutenções.

Voltando ao início da matéria, será que há compaixão no coração de quem administra um hospital como este? Um dia o diretor de cinema italiano Pasolini perguntou ao Papa o que ele sentia em ser pontífice de tantos miseráveis espalhados pelo mundo e o Papa nunca lhe respondeu...

Por Jamysson Machado, cidadão.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo