Opinião

“O Mecanismo” da corrupção perto de você. Como acontece?

A série de José Padilha na Netflix chamou a atenção da sistematização da corrupção. Entenda:
por Redação do Portal Itnet
28/03/2018 08:32h
Atualizado em 28/03/2018 09:07h

O que na verdade é corrupção? Somos corruptos quando furamos uma fila? Quando pegamos um dinheiro que achamos na rua e não procuramos seu dono?  Ou só é corrupção quando um prefeito rouba o dinheiro público?

A série “O mecanismo”, no seu oitavo episódio chama a atenção para um elemento importante: a corrupção está tão perto de você quanto dos políticos; precisamos identificá-la para não entrarmos no circuito desse mecanismo.

Segundo o autor, sempre que há uma propina e um agente do estado está infiltrado para garantir a legalidade desta. Acontece nas administrações públicas quando um secretário ou um prefeito, ou mesmo um simples agente público garante o desconto ou mesmo a isenção de algo para levar vantagens financeiras.

Essas vantagens podem ser em forma de dinheiro em espécie ou de várias outras formas, para garantir a manutenção de poder ou de soberba dos participantes desse ciclo. O curioso é que os envolvidos, muitas vezes não percebem que estão dentro de um micro fenômeno de corrupção aguda, que se repete em vários níveis da nossa sociedade.

Essa chamada “doença crônica” da nossa sociedade é atribuída aos antepassados, e reflete em nosso conceito moderno como um episódio natural, simbolizando um modelo de vida inteligente, cheio de vantagens para os que conseguem se beneficiar.

Triste é saber que tanto você quanto eu, temos o infeliz carma de ser nivelado por essa navalha...

Por Jamysson Machado, sociólogo e cidadão.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo