Policial

Operação Geminus: 21 pessoas foram presas pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio em Riachuelo

Além disso, armas de fogo, drogas e munições foram apreendidas.
por Redação do Portal Itnet
26/04/2018 10:56h

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, 26, na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o delegado João Martins, titular da Delegacia de Riachuelo, detalhou a investigação que culminou na Operação Geminus, deflagrada na última quarta-feira, 25, resultando na prisão de 21 pessoas e na apreensão de armas de fogo, munições e drogas no município de Riachuelo e região do Baixo Contiguiba. 

A ação, coordenada pelo delegado João Martins, visou desarticular uma organização criminosa responsável pela prática de diversos crimes, entre eles, homicídios e tráfico de drogas, tendo como principais alvos os irmãos gêmeos Diego e Diogo Bonfim, de 25 anos. Eles são acusados de chefiar a organização criminosa.  Na oportunidade, o delegado João Martins falou um pouco sobre as investigações.

“Há oito meses, a Polícia Civil vinha trabalhando de forma discreta e cautelosa no sentido de identificar os suspeitos das práticas de tráfico de drogas, organização criminosa e outros crimes ao tráfico correlatos, onde resultou na apuração de homicídios consumados, homicídios tentados. Ontem, após seis meses na cidade sem homicídios, determinou-se a deflagração da operação, que culminou na prisão de 21 pessoas”, relatou. 

Um total de 100 policiais civis participaram da operação. O efetivo é composto por delegados e agentes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Departamento de Narcóticos (Denarc), Grupo Especial de  Repressão e Busca (Gerb), a Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), delegacias do interior, sob a coordenação da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) e Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), para o cumprimento de 22 mandados de prisão e 24 de busca e apreensão.

Equipes da Polícia Militar do município de Riachuelo, da Companhia Independente da PM de Laranjeiras e do Grupamento Tático Aéreo (GTA), também fizem parte da ação.

Foto: SSP/SE

 

Fonte: SSP/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo