Esporte

Fantástico desvenda como funcionava esquema de corrupção no futebol da Paraíba

Reportagem detalha os bastidores do futebol paraibano e mostra como esquema teria chegado até a teste da CBF.
por Redação do Portal Itnet
14/05/2018 08:49h

Um esquema poderoso e que envolvia muito dinheiro. De um lado, dirigentes; do outro, justamente aquele que deveria primar pela imparcialidade: o árbitro de futebol. A reportagem do último domingo, 13, do Fantástico mostrou como funciona o esquema de corrupção e manipulação de resultados no futebol paraibano.

A reportagem teve acesso aos documentos e às escutas telefônicas. Foram mais de 100 mil conversas de 115 telefones monitorados pela Polícia Civil e pelo Ministério Público da Paraíba. A reportagem apresenta alguns jogos onde houve uma forte interferência nos bastidores. De acordo com as investigações, o Botafogo-PB foi o maior beneficiado – ou, pelo menos, aquele que mais agiu para tirar proveito.

Num dos trechos gravados pela Polícia, aparece uma conversa suspeita entre o vice-presidente de futebol do Botafogo-PB, Breno Morais, e o então presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, José Renato Soares – que acabaria afastado do cargo no dia 20 de abril.

Eu quero um cara (árbitro) domingo. É o seguinte: se o jogo estiver apertado, ele dá um jeito de criar oportunidade, né? Uma bola que o cara raspou a perna no meu jogador dentro da área, é pênalti. É isso que precisa. Mas para fazer só o que o time faz e depois buscar o dinheiro não dá, né, filho? – cobrou Breno.

Confira a reportagem completa através do link a seguir: 

https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/noticia/fantastico-desvenda-como-funcionava-o-esquema-de-corrupcao-no-futebol-da-pb.ghtml

Fonte: Globo Esporte

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo