Justiça

Procuradora Regional Eleitoral pede ao TRE indeferimento da candidatura de Belivaldo Chagas. Entenda o caso

De acordo com Eunice Dantas, Belivaldo contratou professores sem realizar concurso público, e isso é irregular e se enquadra como improbidade administrativa.
por Redação do Portal Itnet
03/09/2018 07:45h

A Procuradora Regional Eleitoral Eunice Dantas pediu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) o indeferimento da candidatura de Belivaldo Chagas (PSD) ao cargo de governador de Sergipe; ele busca reeleição.

De acordo com ela, Belivaldo contratou professores sem realizar concurso público, e isso é irregular e se enquadra como improbidade administrativa, para efeito de incidência de inelegibilidade.

O fato citado ocorreu quando Belivaldo foi gestor da Secretaria de Educação. Em nota do PSD, o candidato afirmou que “não há motivos para impugnação da minha candidatura” e disse também estar tranqüilo, pois a contratação de professores foi feita ou por processo seletivo ou por concurso público, ambos previstos na legislação.

“As contratações foram feitas com parecer favorável da Procuradoria Geral do Estado que verificou a legalidade dos atos, e também pelo Ministério Público Estadual, que acompanhou todo o processo”, afirmou Belivaldo através da nota.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo