Policial

Confira novas informações sobre a prisão preventiva do radialista George Magalhães

De acordo com a SSP, houve uma tentativa de modificar o rumo das investigações por parte do acusado.
por Redação do Portal Itnet
13/09/2018 11:28h

A Polícia Civil realizou na manhã de hoje, 13, a prisão do radialista George Magalhães, acusado do crime de estupro. De acordo com a SSP, houve uma tentativa de modificar o rumo das investigações por parte do acusado, por isso foi realizada a sua prisão preventiva.

George disse em depoimento que manteve relações sexuais com a vítima, uma mulher de 42 anos, com o seu consentimento, porém há indícios de que tenha realmente havido um estupro, como informou a vítima à Polícia.

De acordo com as investigações, George teria oferecido dinheiro a uma testemunha para que ela mudasse o seu depoimento, por isso foi realizada a sua prisão preventiva. George foi preso em sua residência, na capital, quando saía para o trabalho. Ele está à disposição da Justiça.

O CASO:

O caso foi acompanhado pela delegada geral Katarina Feitosa e pelas delegadas do Departamento de Apoio a Grupos Vulneráveis (DAGV), Renata Aboim e Mariana Diniz.

A mulher de 42 anos registrou um boletim de ocorrência no mês de agosto. No início deste mês, a polícia informou em entrevista coletiva que tinha sido aberto um inquérito para investigar o radialista pelos crimes de estupro e agressão.

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo