Política

Pesquisa Dataform apresenta números diferentes em relações a outros institutos. Entenda

Diferente do Dataform, as pesquisas do Ibope e do instituo França apontam briga acirrada entre Belivaldo, Valadares e Eduardo.
por Redação do Portal Itnet
01/10/2018 13:24h
Atualizado em 01/10/2018 13:36h

Na manhã desta segunda-feira, dia 1º, o Cinform Online divulgou uma pesquisa do Instituto Dataform sobre as intenções de votos dos sergipanos para Governo e Senado. Os números apresentados apontam um empate técnico entre Valarades Filho (PSB), com 27,83% e Belivaldo Chagas (PSD), com27,75%. O terceiro mais citado é Eduardo Amorim, que tem 18%.

O instituto ouviu 1.200 eleitores, entre os dias 25 e 28 de setembro, e um fato que chama atenção nesta pesquisa é a diferença entre o terceiro colocado Eduardo Amorim em relação a Belivaldo e Valadares. Entenda agora o porquê.

Fazendo um comparativo com outros institutos que realizaram pesquisas em Sergipe, podemos ver uma diferença: a pesquisa Ibope, realizada entre os dias 17 e 19 de setembro com 812 eleitores, divulgada no dia 20 de setembro, aponta um empate técnico entre os três candidatos dentro da margem de erro que é de 3%, (Valadares Filho 21%, Belivaldo 20% e Eduardo com 17%).

A pesquisa do Instituto França, divulgada na última quinta, 27, feita com 1500 eleitores entre os dias 20 e 25 de setembro, aponta um empate técnico, dentro da margem de erro, dos três candidatos (Valadares Filho 20,04%, Belivaldo 18,5% e Eduardo Amorim 17,7%).

Podemos observar que nas duas pesquisas citadas (Ibope e Instituto França), a diferença entre Valadares, Belivaldo e Eduardo não passa de 3%; já na pesquisa dataform, a diferença para o terceiro colocado chega a quase 10%.

Na pesquisa anterior do instituo Dataform divulgada no dia 20 de setembro também há uma diferença de mais de 10% em relação ao primeiro e terceiro colocado. Nesta pesquisa o instituto ouviu 1.200 eleitores, entre os dias 17 e 19 de setembro.

PESQUISAS X RESULTADOS DE ELEIÇÕES:

O estado de Sergipe já tem um histórico grande de pesquisas eleitorais que apontavam candidato A na liderança e quando saiu o resultado nas urnas a situação era completamente diferente.
Um dos exemplos foi a pesquisa que apontava a senadora Maria do Carmo vencendo o então candidato hoje ao senado Rogerio Carvalho com folga, de mais de 14% e nas urnas a diferença foi de menos de 3%.

Outro caso aconteceu em Itabaiana em 2004. Uma pesquisa divulgada nas vésperas da eleição apontava a vitória de Carlinhos da Atlética para prefeito, porém, o candidato foi derrotado na eleição, quando Maria Mendonça foi eleita.

No sistema do TSE ainda constam vários registros de pesquisas a serem divulgadas nesta semana, a exemplo do Instituto França, Ibope, Dataform , Ipese e Verita. Vamos aguardar e comparar os números.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo