Policial

Se entrega à Polícia motorista suspeito de matar transexual atropelada na semana passada em Campo do Brito

O caso aconteceu na noite do último dia 26. O condutor do veículo responderá por Homicídio Culposo (quando não há intenção de matar).
por Redação do Portal Itnet
04/10/2018 07:37h
Atualizado em 05/10/2018 08:00h

O motorista do veículo de transporte de passageiros que atropelou e matou a transexual de 46 anos Nicolly (Ginaldo Silva Gois), moradora de Lagarto na noite do último dia 26 se entregou à Polícia Civil de Campo do Brito, onde aconteceu o fato.

Ao fim do inquérito instaurado pela Polícia Civil, o condutor do veículo responderá por Homicídio Culposo (quando não há intenção de matar).

Foto: redes sociais

O acidente aconteceu na Rodovia João Paulo II, em um local de difícil visibilidade. Segundo o laudo do Instituto Médico Legal (IML), Nicolly foi atingida pelo retrovisor do carro, sendo a mesma arremessada às margens da rodovia.

Ela morreu no local. As investigações a respeito do fato seguem coordenadas pela delegada Lauana Guedes. Algumas testemunhas ainda serão ouvidas. A morte de Nicolly completa hoje oito dias.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo