A ronda Agrevida – Maria da Penha, que tem o intuito de prevenir e combater a violência contra a mulher completou um ano de atuação em Itabaiana, sede do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM).

Os policiais militares celebraram a data importante ontem, 18, com a distribuição de brindes às mulheres vítimas de violência doméstica assistidas pela iniciativa. São 12 policiais que atuam na ronda.

Foto: 3º BPM

Em um ano de atividade, a Ronda Agrevida – Maria da Penha proporcionou 145 atendimentos às mulheres beneficiadas por medidas protetivas de urgência, garantindo a segurança concreta delas.

De acordo com o coordenador do projeto, o tenente Alexandre Soares, em um ano houve redução de 60% nos crimes de violência doméstica na cidade serrana.

“Dessa forma, a ronda consolida-se como uma importante ferramenta de cumprimento da lei, seja através do patrulhamento nas localidades onde as vítimas residem ou do acompanhamento constante via ligação telefônica”, afirma Soares.