BALANÇO DO ANO DE 2020: 3°BPM


*Matéria publicada originalmente dia 29 de dezembro de 2020

O 3° Batalhão de Polícia Militar (3°BPM), por meio de seu Comandante, Tenente Coronel Sidney Barbosa, faz uma avaliação dos resultados obtidos no ano de 2020 e apresenta um balanço do período de 2017-2020, prestando contas do trabalho desenvolvido no Batalhão do Agreste à sociedade.

A estratégia de ação da Polícia Militar, através do 3º BPM, tem duas premissas básicas e principais: a aplicação das equipes de policiamento ostensivo onde a análise criminal indica maior probabilidade de ocorrência de delitos e uma postura de intensificação da ostensividade através da realização de abordagens.

Essa estratégia resultou, no ano de 2020, na realização de 194.334 abordagens policiais que produziram os seguintes resultados:
• Apreensão de 82 (oitenta de duas) armas de fogo;
• Apreensão de 420 (quatrocentas e vinte) munições;
• Recuperação de 384 (trezentos e oitenta e quatro) veículos com restrição de roubo/furto;
• Prisão de 669 (seiscentos e sessenta e nove) infratores em flagrante delito;
• Apreensão de 222,20 kg de entorpecente;
• Apreensão de R$ 149.894,95 em posse dos infratores conduzidos;
• Confecção de 2.487 (dois mil, quatrocentos e oitenta e sete) Relatórios de Ocorrência Policial– ROP;
• Atendimento de 47.116(quarenta e sete mil, cento e dezesseis) chamadas da população no através do telefone 190 ou acionamento direto das equipes.

Quando levamos em conta os números consolidados dos anos de 2017 a 2020, podemos perceber que as ações surtiram efeito na redução dos índices de criminalidade.

Foram:
– 337 armas de fogo apreendidas, com cerca de 2.000 munições;
– 660 kg de entorpecente apreendidos nas ações policiais militares;
– 2.641 infratores presos em flagrante e conduzidos a delegacia;
– Aproximadamente 160 mil chamadas atendidas pelo telefone 190

Tais ações resultaram na redução de todos os índices de criminalidade na região, com destaque para redução importante nos índices de homicídios com 25,21% de redução na área do 3º BPM e 29,58% de redução na cidade de Itabaiana no comparativo entre os anos de 2019 e 2020.

Quando fazemos o comparativo entre os anos de 2016 e 2020, temos uma redução de 51,63% na área do 3º BPM e uma redução de 50% em Itabaiana.

Destacamos também a redução nos números de roubos e furtos na cidade de Itabaiana. Em 2016 foram 1.285 roubos e 743 furtos, reduzindo ano a ano, chegando a 750 roubos e 487 furtos na cidade serrana.

Nas demais subáreas do Batalhão do Agreste temos redução dos índices de homicídios em todas elas. Na 1ª Companhia, sediada em Campo do Brito, temos uma redução de 6% em relação ao mesmo período de 2019. Em relação ao ano de 2016 são 45,16% de redução.

Na área da 2ª Companhia, sediada em Carira, temos uma redução de 18,18% nos índices de homicídios em relação ao mesmo período de 2019. Em relação ao ano de 2016 são 40,1% de redução

Na área da 3ª Companhia, sediada em Ribeirópolis, temos uma redução de 31,58% nos índices de homicídios em relação ao mesmo período de 2019. Em relação ao ano de 2016 são 65,78% de redução.

Muito importante destacar a parceria com a Polícia Civil. O trabalho integrado com a Delegacia Regional de Itabaiana tem amplificado o resultado do trabalho. Compartilhamento de informações, ações em conjunto, operações integradas e suporte mútuo tem sido a marca das Forças de Segurança em Itabaiana e no Agreste Sergipano nesse período.

Por fim, queremos reafirmar o compromisso da POLÍCIA MILITAR DE SERGIPE, representada por todos e por cada um dos integrantes do 3º BPM, com a sociedade do Agreste Sergipano.

Fonte: 3°BPM