Segurança Pública registra queda de roubos em Campo do Brito e em São Domingos

Os crimes de roubo diminuíram 38% e 43% nos municípios.

*Matéria publicada originalmente dia 11 de dezembro de 2020



Foto: SSP


Os crimes de roubo apresentaram uma queda de 38% na cidade de Campo do Brito e de 43% no município de São Domingos. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAcrim), da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e são referentes a um comparativo feito entre os meses de janeiro e novembro de 2019 e de 2020. O resultado positivo é fruto do trabalho integrado entre as Polícias Civil e Militar no combate à criminalidade em todo o estado de Sergipe.

De acordo com o levantamento da CEACrim, em Campo do Brito, enquanto que, entre os meses de janeiro e novembro do ano de 2019, foram 120 roubos na cidade, no mesmo período deste ano foram contabilizados 75 crimes. Uma redução de 38%. No mesmo sentido, o município de São Domingos teve 37 ocorrências de roubo entre janeiro e novembro de 2019, e 21 casos em 2020. Os números representam uma retração de 43% na incidência desse tipo penal na localidade.

O delegado Wilkson Vasco, das Delegacias de Campo do Brito, Macambira e São Domingos, destacou a atuação em conjunto das forças de segurança pública de Sergipe como elemento fundamental para a redução da criminalidade nos municípios. “A redução dos números se deve à atuação incisiva das Polícias Civil e Militar na região. Nos últimos dois meses, 28 pessoas foram presas por roubos na região, sendo 19 prisões pela Polícia Civil e nove pela Polícia Militar”, ressaltou.

O comandante da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia / 3º BPM), capitão George Xavier, também enfatizou que a queda nos índices de criminalidade na região é fruto do trabalho conjunto entre as polícias. “Temos focado no policiamento ostensivo e na presença maciça da polícia nas ruas. Neste ano, tivemos uma redução bastante significativa. Tivemos algumas prisões importantes de grupos que desmanchavam motocicletas, que traficavam drogas. Isso, naturalmente, contribuiu para a redução da criminalidade, junto ao trabalho com a coirmã, a Polícia Civil. O trabalho em conjunto deu causa a essa diminuição da criminalidade”, pontuou.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública