Daniel Paulista explica filosofia de contratações do Confiança e projeta estreia na Copa do Nordeste: “Espero o time mais solto”

O treinador do Confiança, Daniel Paulista, concedeu entrevista coletiva na última sexta-feira, 27. Em suas respostas, comentou sobre como o clube está se movimentando no mercado e quais as expectativas para a estreia na Copa do Nordeste.

A primeira partida será neste sábado, 27, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, no Piauí, frente a equipe do Altos, às 18h15. Recém-promovido para a Série C do Campeonato Brasileiro, o time piauiense já está há mais tempo em atividade na atual temporada. O certame estadual do Piauí começou mais cedo que aqui em Sergipe e o elenco do clube já está com um ritmo de jogo mais avançado.

Contratações

Perguntado sobre a reportagem do It Net sobre a formação do elenco, o treinador disse que mesmo a dificuldade para contratar, a avaliação é positiva.

“O Confiança está num momento de formação do seu elenco. Momento difícil de se efetuar contratações, mas de uma maneira positiva, com muito trabalho e esforço de todos o clube vem conseguindo fazer contratações pontuais”, afirmou.

Daniel falou ainda que muitos jogadores ainda não foram anunciados por conta de documentações ou por ainda estarem chegando ao clube.

“É lógico que ainda não temos a totalidade do nosso elenco a disposição, pois muitos jogadores ainda estão fora por questões de documentação ou por ainda estarem em processo de chegada ao clube”, disse

Já sobre as contratações que ainda irão acontecer, o treinador deu o seu parâmetro e explicou a filosofia por trás dos nomes que o Dragão do Bairro Industrial busca. Segundo ele, o planejamento é feito com pé no chão, indo em busca daquilo que realmente está dentro da realidade do clube.

“Novas contratações devem acontecer durante esse período ainda, mas tudo dentro de uma forma muito consciente e planejada. Hoje o Confiança trabalha de uma forma muito responsável. Isso é uma bandeira que tem sido levantada desde 2019 quando a gente iniciou o trabalho aqui de se fazer contratações e planejamentos em cima daquilo que se pode cumprir. Então é dessa forma que a gente vem trabalhando”, pontuou Daniel.

Por último, o comandante falou que a montagem está focada numa mescla de atletas. Entre jogadores jovens e experientes, os Proletários querem um elenco balanceado para estarem preparados para todas as competições de 2021.

“O perfil de jogadores tem mudado um pouco, já que os atletas que a gente tem buscado contratar é com a ideia de fazer uma mescla de juventude e experiência para dar bagagem e qualidade ao elenco. Tudo isso visando ter capacidade para enfrentar os grandes campeonatos que a gente tem pela frente. De uma maneira geral estamos muito satisfeitos com o que aconteceu até aqui”, completou ele.

Sobre o jogo

Em ritmo de pré-temporada, o treinador explicou que a carga de trabalho ainda é muito intensa. Com muitos jogos pela frente, Paulista explicou que a ideia é que a equipe esteja fisicamente pronta nos momentos de decisão.

“Tivemos mais uma semana de treinamentos, a carga de trabalho ainda é intensa. Como ainda estamos no início, o time precisa dessa carga para que quando chegue a reta final a equipe esteja numa grande condição física para enfrentar os grandes momentos de decisão. Diante dos adversários que teremos, temos que procurar melhorar e sempre ter uma apresentação melhor que a partida anterior”, explicou.

Já referente ao altos, Daniel teceu elogios e disse que o adversário possui mais entrosamento e ritmo que o Confiança, pelo contexto que ambas as equipes vivem.

“O Altos tem uma boa equipe, vem de um acesso recente, manteve boa parte do plantel que conseguiu esse feito e está num momento físico e de entrosamento melhor que o nosso. O Altos joga junto há um certo tempo, com um futebol muito competitivo e a gente vai ter que ter um poder de superação muito grande e uma postura, defensiva e ofensiva, bastante equilibrada”, analisou.

Quanto a análise sobre o seu time, o treinador azulino disse que espera uma equipe mais solta.

“A gente espera uma equipe que joga mais solta, já que essa semana de trabalho foi sim mais produtivo, mesmo com cargas de alta intensidade. Então, mesmo com todas as dificuldades de preparação, jogadores que ainda não chegaram, a gente espera que a equipe se apresente bem”.

Ele também comentou sobre o gramado do estádio. Segundo Daniel, será mais um obstáculo para o time superar, além de todas as outras dificuldades sabidas.

“Jogaremos num estádio que tem um gramado irregular, é uma grama mais alta, contra uma equipe que vive bom momento ofensivo e está entrosada e bem preparada fisicamente. Teremos que fazer uma marcação muito forte, bem ajustada, principalmente no setor defensivo para não dar o espaço que eles querem. Com a bola, tentaremos ser corajosos, incomodando o adversário a todo momento e indo em busca do gol. Dentro ou fora de casa, a gente sempre jogou pra vencer”, disse.

Retrospecto

Altos e Confiança se enfrentaram apenas uma vez na história. Pela própria Copa do Nordeste, em 2019, no mesmo Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina-PI, o clube sergipano venceu os piauienses por 1 a 0.

Aliás, o Dragão costuma ter boas lembranças contra times do Piauí. Ao todo, disputou seis partidas, saindo vencedor em cinco delas, com apenas uma derrota.

Escalações

O treinador do Dragão disse que a tendência é que se busque por jogadores que já possuem entrosamento. Com muitas dificuldades pelo início de temporada, ele diz que essa é a melhor forma para se pular as barreiras e dificuldades do começo de temporada.

Iago, atacante do clube que se lesionou na estreia contra o Atlético Gloriense, não conseguiu se recuperar e deve desfalcar a equipe. Lucas Barcelos deve substituir ele mais uma vez.

“A ideia é manter a escalação até pra pular certas barreiras e manter os jogadores que já tem um certo entrosamento de outras temporadas. A gente vai ter que superar as dificuldades desse início pra que consiga o bom resultado. Tem que fazer uma partida consciente, segura e equilibrada pra voltar com a vitória pra Aracaju”, completou.

O Confiança, então, deve vir a campo com: Rafael Santos, Caíque Sá, Nirley, Luan, Altemar; Serginho, Rafael Vila e Everton Santos; Marcelinho, Lucas Barcelos e Willians Santana. Técnico: Daniel Paulista.

Do lado adversário, apenas uma mudança. Roger Gaúcho, que atuou na vitória por 2 a 0 frente o Fluminense-PI, deve dar lugar para o retorno de Juninho Arcanjo. O treinador Fernando Tonet possui todo o elenco a disposição e vai mandar a campo a mesma equipe que conquistou o acesso à Série C.

O Altos-PI vem com: Marcelo; Gean, Rafael Araújo, Reinaldo Lobo e Tiaguinho; Dos Santos, Ray e Juninho Arcanjo; Klenisson, Manoel e Betinho. Técnico: Fernando Tonet.

Arbitragem:

Árbitro Central: Tiago Ramos de Oliveira (PB)
Assistente 1: Schumacher Marques Gomes (PB)
Assistente 2: Luis Filipe Gonçalves Correa (PB)
Quarto Árbitro: Jardiel da Rocha Soares (PI)

O Confiança está no Grupo A com as equipes do 4 de Julho, Bahia, Ceará, CRB, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Treze. Já o Altos-PI está no Grupo B ao lado do ABC, Botafogo-PB, CSA, Fortaleza, Salgueiro, Sport e Vitória.

Foto: Mikael Machado/Ascom AD Confiança