Natural de Belo Horizonte, o meia-atacante Bruninho é o mais novo reforço do Confiança para a temporada de 2021. Revelado pelo Atlético-MG, o jogador chega por empréstimo junto ao clube mineiro. Ele estava emprestado ao Sport durante o ano de 2020.

O jogador é um dos pedidos do técnico Daniel Paulista, que trabalhou com o meia enquanto esteve treinando o Leão da Ilha na última temporada. Ainda em processo de maturação, o atleta terá no Confiança a sua melhor oportunidade da carreira para se desenvolver.

Meio-campista, o jogador pode atuar tanto pelo meio quanto pelos flancos. Costuma jogar articulando o jogo, seja como um legítimo camisa 10 ou partindo da esquerda para o centro. Ele chega para reforçar o setor ofensivo azulino, que ficou debilitado após a saída de Reis, principal jogador e artilheiro do clube em 2020.

Seu empréstimo será de um ano junto ao Galo. Irá atuar no Campeonato Sergipano, na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e também na Série B do Campeonato Brasileiro.

Início promissor no Galo

Enquanto esteve no clube mineiro, Bruninho era uma das grandes esperanças para o futuro do clube. Em 2015, foi campeão da Copa Laranjal Paulista sub-15, Campeonato Mineiro e também da BH Cup. No ano de 2016, já no sub-17, voltou a vencer o Campeonato Mineiro.

Ao subir para os profissionais, em 2018, mostrou boas valências e trouxe ânimo para a torcida do clube. Seguiu os passos da evolução e, ao lado de Marquinhos, outra jovem promessa da equipe, teve seu melhor momento em 2019. No ano passado, fez parte da equipe campeã do Campeonato Mineiro.

No entanto, com o decorrer do tempo, Bruninho não seguiu a evolução que se esperava. Seu rendimento foi diminuindo, assim como as oportunidades para jogar, findando em 28 jogos e apenas dois gols marcados.

Empréstimo ao Sport

Em meio ao pouco espaço no seu clube de origem, foi emprestado ao Sport Club do Recife. As expectativas eram de que Bruninho, com mais tempo de jogo, pudesse atuar em mais oportunidades e ganhar mais experiência.

Mesmo que num campeonato de alto nível como a Série A do Campeonato Brasileiro, esperava-se que a joia mineira correspondesse melhor em campo. Com menos pressão se comparado ao Atlético-MG, o atleta, teoricamente, teria mais chances de mostrar seu melhor futebol. Todavia, isso não aconteceu.

Ao todo, atuou em 21 jogos pelo clube rubro-negro e não anotou gols ou assistências. Oscilou bastante e deixou a sensação de que, mesmo com boas características, lhe faltava intensidade para desempenhar melhor. Acabou não sendo relacionado na reta final do Brasileirão.

Segundo o repórter do Jornal do Commercio-PE, Lucas Holanda, o fato de já ter trabalhado com Daniel Paulista pode ser um ponto positivo no desenvolvimento do atleta.

“É um jogador que tem uma boa bola parada e chegou para tentar ajudar na criação do Sport, mas não conseguiu. Teve algumas oportunidades, mas nunca conseguiu se firmar, ficando fora da relação por algumas vezes. Mas ainda é um jogador novo e pode evoluir numa Série B. Também já trabalhou com Daniel Paulista, o que pode ajudar”, analisou.

Expectativa da chegada ao Confiança

Já em solo aracajuano, o atleta participou de uma coletiva de imprensa nesta segunda, 1º, e comentou sua visão sobre a vinda ao Dragão. Segundo Bruninho, a expectativa é a melhor possível.

“A expectativa é a melhor possível. Eu me encontro na minha melhor forma física desde o início da minha carreira. Tanto o meu projeto pessoal, quanto o projeto do clube, contribuem bastante para essa boa expectativa”, afirmou.

Ele também comentou sobre a reta final no Sport, onde pouco atuou. O meia afirmou que os conhecimentos de Daniel Paulista sobre o seu estilo de jogo podem facilitar num melhor desempenho do próprio em terras sergipanas.

“Acredito que pelo fato do professor Daniel já me conhecer, saber das minhas principais características, da maneira como eu gosto de jogar, isso pode ser um fator positivo para que eu consiga ter uma sequência de jogos como titular. Estou preparado para isso”, finalizou.

Foto: Lucas Almeida/Ascom AD Confiança