CORONAVÍRUS: há um ano, Sergipe confirmava o primeiro caso da doença

No dia 14 de março de 2020, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgava nota com a informação.

Fez um ano ontem, 14 de março, que Sergipe confirmou o primeiro caso de coronavírus. Era um dia de sábado e a nota da Secretaria de Estado da Saúde (SES) foi divulgada por volta das 18h.

A paciente era uma mulher de 36 anos, residente na capital Aracaju. Ela havia chegado da Espanha, um dos países mais atingidos pela primeira onda da doença e cumpria isolamento domiciliar. A mulher se recuperou do coronavírus.

Naquele dia, de fato, os sergipanos entenderam que o coronavírus era “realmente real”, não mais algo somente visto na televisão, e com ocorrência apenas em outros estados.

A primeira morte de paciente sergipano em decorrência da doença ocorreu na madrugada do dia 02 de abril. A vítima foi uma mulher de 61 anos, que tratava diabetes e hipertensão.

Ela chegou ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) em estado grave, recebeu socorro na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não resistiu.

UM ANO APÓS…

Em 14 de março de 2021, um ano depois, Sergipe tem 158.800 casos confirmados do coronavírus, sendo que 8.056 estão ativos (7.406 pacientes cumprem isolamento domiciliar e 650 estão internados). 3.123 pacientes faleceram em decorrência da doença.

No dia 14 foram registrados 549 novos casos da doença e mais 18 óbitos que estavam em investigação.

VACINAÇÃO:

Um ano após, a esperança está na vacinação da população sergipana. As primeiras doses chegaram a Sergipe no mês de janeiro, enviadas pelo Ministério da Saúde.

Até o momento, 89.547 sergipanos receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus e 31.944, a segunda dose. Nestas primeiras etapas estão sendo vacinados idosos (de 76 a 90 anos ou mais), idosos e deficientes institucionalizados, profissionais da saúde e os índios aldeiados.