Neto Fonseca é itabaianense, está na luta contra um Linfoma de Hodgkin e denuncia a falta dos medicamentos.

No dia 1ª de março, o educador físico e paciente oncológico Neto Fonseca, de 33 anos esteve na TV Itnet para denunciar a falta de medicamentos para a realização de quimioterapia no Hospital de Urgências Governador João Alves Filho, em Aracaju.

Após mais de um mês, o itabaianense voltou a procurar a nossa equipe e novamente denunciou que os medicamentos continuam em falta na unidade.

Neto pede a sensibilidade das autoridades e dos órgãos competentes, afinal, o câncer não espera e o tratamento não pode parar.

Confira na íntegra a entrevista que ele concedeu à nossa equipe: