Alunos do CEMB foram aprovados em cursos da UFS, UNIT, entre outras universidades.

Por Taís Cristina

Como boa “cria” do Colégio Estadual Murilo Braga (CEMB) e sabendo como ele contribuiu para a minha história, eu não poderia esquecer das aprovações dos alunos nos vestibulares cujo os resultados foram divulgados recentemente, neste ano tão desafiador para a educação e para todos.

Mesmo em meio à pandemia e às aulas remotas, os estudantes do colégio mais antigo de Itabaiana – e que mais viu gente sair rumo às universidades – se esforçaram, com o apoio de seus professores na preparação para os vestibulares, principalmente o Enem, porta de entrada nas universidades públicas de todo o país.

Na primeira chamada do Sisu, que tem como base a nota do Enem, 21 alunos do CEMB foram aprovados nos seguintes cursos da UFS: Enfermagem, Psicologia, Pedagogia, Matemática, Ciências Biológicas, Ciências da Computação, Geografia, Letras-Português, Licenciatura em Dança, Química- Bacharelado e Ciências Contábeis.

Outros alunos aguardam o resultado da lista de espera e também houve aprovações na UNIT, nos cursos de Estética e Cosmética e Medicina. Na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERN), teve aluno do Murilo aprovado em História e na UNIP, em Pedagogia.

Milena de Andrade Lima passou em Medicina na UNIT de Alagoas, e no mesmo curso em mais outras seis universidades particulares. Ela já está fazendo o curso na universidade alagoana e ressalta a importância no CEMB em sua trajetória.

“Diante de um cenário de pandemia, o ensino educacional brasileiro precisou ser remodelado. Contudo, o Colégio Estadual Murilo Braga conseguiu cumprir todos os seus objetivos de forma exemplar. Um exemplo disso foram as minhas sete aprovações no curso de medicina, todas em universidades particulares. Essa vitória foi sem dúvida parte da escola que, durante todo o ano, prestou toda assistência necessária”, ressalta a estudante.

Outro aprovado do CEMB foi o aluno Adson de Brito Pereira, que passou no curso de psicologia da UFS e agradece àqueles que contribuíram com a realização de seu sonho.

“Mesmo com ensino remoto, o CEMB deu todo o apoio necessário para que os alunos conseguissem alcançar uma boa colocação no ENEM, com excelentes profissionais que deram toda assistência necessária durante esse período de pandemia, sendo fundamental na realização do sonho de cursar um ensino superior em uma universidade federal”, relata o mais novo universitário.

Marcos Venícius é aluno do Murilo desde 2015 e foi aprovado em Ciências Biológicas, também na UFS. Para ele, a escola pública é valiosa, mesmo que existam algumas dificuldades. “Sem dúvida minha aprovação faz parte dos inúmeros momentos e manhãs cheias de grande conhecimento, ao lado de excelentes professores. Se a educação transformou minha vida, sem dúvida ela irá transformar a de quem luta para isso. Gratidão ao Murilo e aos seus profissionais, por toda a contribuição na minha vida e no meu futuro”, conta.

A equipe diretiva do Murilo Braga entende que o ano foi difícil e desafiador, tanto para os alunos, como também para os professores, mas está feliz com os bons frutos colhidos, mesmo que em meio a novas dificuldades.

“Não foi fácil nem está sendo, mas seguimos com a certeza de que estamos no caminho certo porque nosso objetivo de sempre é fazer com que nossos alunos alcancem seus objetivos e sejam felizes nos caminhos que decidirem trilhar. Deixamos aqui o nosso imenso agradecimento a todos que compõem essa unidade de ensino e enfatizamos que seguiremos fortes e juntos com a certeza de que estamos fazendo o nosso melhor”, disse a direção.

As aprovações mostram que mesmo em meio a um ano tão atípico e cheio de dúvidas, os esforços dos estudantes e o profissionalismo dos professores e demais profissionais do Colégio Estadual Murilo Braga (CEMB) não foram em vão, o resultado do empenho está nas aprovações acima.

O CEMB vai completar no mês de novembro, 72 anos de história formando cidadãos para as universidades e para a vida.

Atualmente, a equipe diretiva tem à frente os seguintes nomes: Edilma Machado – Diretora; Ana Paula Rocha Vital e Viviane Tavares- Coordenadoras e Taciana Andrade – Secretária.