Foram resgatados um filhote de raposa, dois saruês, uma coruja, uma jiboia e duas iguanas.

Foto: Adema

Ao longo desta semana, dentre as ações desempenhadas pelos profissionais da equipe de fauna da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) foi registrado o resgate de sete animais silvestres, em Sergipe, mais precisamente nos municípios da Grande Aracaju.

Foram resgatados um filhote de raposa, dois saruês, uma coruja suindara, uma jiboia e duas iguanas, em Aracaju e São Cristóvão.

Os animais foram avaliados por veterinários, que constataram que o filhote de raposa e a coruja estavam feridas e debilitadas e por conta disso foram encaminhadas para o Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque da Cidade.

Os demais animais resgatados foram devolvidos ao seu habitat natural.

“A equipe de fauna da Adema é responsável pela recepção desses animais resgatados, que, em sua maioria, estão distantes do habitat natural, por muitas vezes localizados debilitados, bem como localizados em situações de maus-tratos, por isso a importância de cuidados minuciosos para recuperação de cada bicho de acordo com a necessidade deles no Cetas”, frisou o diretor-presidente da Adema, Gilvan Dias.

O órgão recomenda que se a população encontrar algum animal silvestre acione a equipe especializada, para fazer o resgate, pelo telefone (79) 99191-5535.