A adolescente foi encontrada desacordada e com possíveis sinais de violência no dia 16 de abril. O caso chamou a atenção de todo estado e foi investigado pela PC de Ribeirópolis.

A Polícia Civil informa que, sobre a adolescente que teria sido encontrada desacordada na cidade de Itabaiana, os exames periciais, a investigação e, posteriormente, um novo depoimento, constataram que não houve estupro. O caso foi registrado na noite da sexta-feira, 16 de abril.

No decorrer das investigações, foram verificadas, inclusive, câmeras de segurança, que registraram o momento em que a adolescente saiu de casa, em Ribeirópolis, caminhando e carregando consigo o pedaço de madeira localizado no suposto local do crime. Inicialmente, ela contou que teria sido levada por homens, amarrada e estuprada.

Com o resultado dos exames, que atestaram que não houve estupro e com as imagens, a adolescente, em novo depoimento, revelou que não houve crime e que criou a cena para chamar atenção da avó. Ainda conforme os exames periciais, o sangue encontrado no local é de menstruação.

A perícia também não constatou a presença de lesões no corpo da adolescente, assim como verificou que o objetivo não foi introduzido no corpo da vítima. O inquérito policial está sendo concluído e será remetido à Justiça.

Fonte e foto: SSP/SE