A ação policial ocorre em Carira, onde o suspeito morreu em confronto e ainda em Salvador e Jacobina, na Bahia.

Atualizando as informações acerca da “Operação Machine Buster”, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), informou que um suspeito morreu em confronto com os policiais e outros quatro foram presos.

A ação policial, comandada pelas Polícias Civil e Federal, com o apoio da Polícia Militar desarticulou o grupo investigado por ser responsável por explodir duas agências bancárias em Carira, no dia 07 de setembro do ano passado.

A operação foi deflagrada em Carira, onde um suspeito (que ainda não teve a identidade revelada) morreu em confronto e também em Salvador e Jacobina, na Bahia.

As investigações tiveram a troca de informações entre a Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio (Delepat) e o Centro de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil de Sergipe (Cope).

Segundo levantamento feito pelas polícias no dia do crime, a ocorrência durou cerca de 20 minutos. Após a explosão, os criminosos incendiaram dois veículos e fugiram sentido Bahia, pelo Povoado Bonfim. Populares encontraram cartuchos de armamentos usados por eles.

Estão sendo cumpridos mandados de prisão temporária, bem como de busca e apreensão nos municípios acima, e o objetivo é chegar, ao fim da ação, a oito alvos.

Participam também da ação as seguintes forças policiais: Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e de militares do 3º Batalhão e Companhia Integrada de Operações em Áreas de Caatinga, da Polícia Militar de Sergipe.

Foto: SSP/SE