“O Hospital de Itabaiana está superlotado, porque o município não faz a sua parte em momento algum”, disse o deputado estadual.

Enquanto a população de Itabaiana aguarda uma união e medidas concretas das forças políticas para que UTIs COVID sejam instaladas no Hospital Regional, políticos itabaianenses trocam farpas e não chegam a lugar algum em prol do objetivo acima.

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), Luciano Bispo postou um vídeo em suas redes sociais e disse que a superlotação no Hospital de Itabaiana é culpa da gestão do prefeito Adailton Sousa.

“O município tem que fazer a sua parte e não tá fazendo. O município abre a cidade, mas não fiscaliza. O município não criou leitos 24 horas para primeiros atendimentos, manda para o Hospital de Itabaiana. O Hospital de Itabaiana está superlotado, porque o município não faz a sua parte em momento algum”, disse o deputado estadual.

Luciano também enfatizou que somente a testagem feita pela gestão nos moradores não adianta, porque após isso, os pacientes acabam indo ao hospital. Ele sugeriu que o prefeito crie uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que funcione 24 horas, para atendimento inicial à população.

Em resposta a Luciano Bispo, o prefeito Adailton Sousa, não mediu palavras e disse em entrevista no programa Itnet Notícias, da TV Itnet, que a fala do deputado é algo lamentável e que falta com a verdade.

“O município faz sim o papel dele. O município, dentro da sua competência está fazendo… O senhor, infelizmente, na ânsia de falar do prefeito de Itabaiana, comete um grande erro. O senhor está tirando a sua responsabilidade e eu posso falar com propriedade, que a maior responsabilidade é do senhor. Não é de Maria Mendonça, nem de Talysson, nem mesmo do governador”, respondeu o prefeito.

Adailton completou que desde o início da pandemia não foi vista nenhuma ação de Luciano, e que ele está falando de UTIs somente agora, depois de um ano e meio.

Confira o vídeo: