Itabaiana, a Capital Nacional do Caminhão comemora hoje, 12 de junho, o dia de quem faz da estrada a sua morada

Se não fosse a pandemia, Itabaiana estaria fervendo e veríamos caminhões por todos os lados, na tradicional alvorada dos caminhoneiros.

Buzinaço de madrugada, imensidão de caminhões na avenida, paredões tocando tudo que é ritmo, muito barulho e alegria no rosto de seus conterrâneos, bênçãos das chaves dos caminhões e a galera aguardando as atrações da noite, sem falar da tradição de ir “buscar” o padroeiro Santo Antônio nas Candeias, e trazê-lo à Matriz, em carreata, fé e devoção.

Era para Itabaiana, a Capital Nacional do Caminhão ter amanhecido desse jeito hoje, em comemoração ao dia do caminhoneiro.

Por conta da pandemia, em 2020 e 2021 não vimos essa folia acontecer, mas com fé em Deus, nas bênçãos do nosso padroeiro Santo Antônio e no avanço da vacinação, ano que vem tudo estará como antes e Itabaiana será novamente palco de uma festa linda!

A cidade serrana sempre foi conhecida em todo o país, por diversos aspectos, mas em 2014 tornou-se mais, quando foi oficializada como CAPITAL NACIONAL DE CAMINHÃO. Com esse título, a tradicional festa dos caminhoneiros de Itabaiana ganhou mais força e destaque.

O título foi uma indicação do então senador itabaianense e sergipano Eduardo Amorim, que a presidente Dilma Russef sancionou e tornou lei. Itabaiana é a cidade do Brasil com o maior número de caminhoneiros nas estradas brasileiras e consequentemente, de caminhões.

A paixão e admiração pelo caminhão estão no sangue do itabaianense e muitas vezes é algo que passa de pai para filho.

Em Itabaiana, já em abril começa a se falar sobre a Festa dos Caminhoneiros; a programação é divulgada, as inscrições para o concurso da Rainha dos Caminhoneiros iniciam, as meninas começam a comprar os seus looks para arrasar, a expectativa é grande.

Quando junho bate a porta, os itabaianenses aguardam ansiosamente pelo início da festa. Tem carreata mirim, exposições e vendas de veículos, aquecendo a economia, escolha da rainha, carreatas, atrações da terra e nacionais.

A festa é toda voltada a homenagear aqueles que fazem das estradas brasileiras as suas casas. A festa é linda. A festa recebe gente de todo canto. A festa do caminhoneiro é a nossa maior tradição e quem sabe, a nossa maior saudade quando chega junho.

Com fé em Deus isso logo vai passar e ano que vem a gente terá de novo o buzinaço, a imensidão de caminhões e o povo festejando e parabenizando os nossos caminhoneiros às 05h da manhã. Parabéns aos nossos heróis da estrada!