Desde o início da pandemia, as doações de sangue reduziram bastante no Hemocentro de Sergipe (Hemose).

Foto: SES

Hoje, 14 de junho é o Dia Mundial do Doador de Sangue. E no mês alusivo à causa, o Hemocentro de Sergipe (Hemose) quer mobilizar os sergipanos sobre a importância de ser um doador voluntário e frequente.

Desde o início da pandemia, as doações de sangue, de todos os tipos reduziram bastante no Hemose e os estoques estão muito baixos.

Visando mobilizar a população, principalmente do interior do estado, mais distante do Hemocentro, a doar sangue, o Hemose está disponibilizando um transporte gratuito, para levar no mínimo, um grupo com 14 doadores.

Ao doar sangue, você pode estar salvando até quatro vidas. Doar faz bem para quem doa, e para quem recebe o sangue.

SAIBA OS CRITÉRIOS NECESSÁRIOS PARA SER UM DOADOR DE SANGUE:

As pessoas que tem de 16 a 69 anos e peso acima de 50Kg. É necessário apresentar documento com foto, válido em todo o território nacional, como por exemplo, carteira de identidade.

Para homens, o intervalo mínimo entre as doações é de 60 dias (com até quatro doações no período de 12 meses). Para mulheres, o intervalo mínimo é de 90 dias (com até três no período de 12 meses).

O HEMOSE RECOMENDA PARA O DIA DE DOAÇÃO:

> Nunca vá doar sangue em jejum;

> Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação;

> Não ingira bebida alcoólica nas 12 horas anteriores;

> Evite fumar por pelo menos 2 horas antes da doação;

> Evite alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes à doação.

DOAR É UM ATO DE AMOR!