“Julho Amarelo”: Mês de conscientização para o tratamento e prevenção das Hepatites virais.

Hepatites virais A, B, C, No mês de julho no Brasil intensificamos a luta contra as Hepatites virais, essa campanha foi instruída através da lei 13.802/2019, com o objetivo de reforçar as ações de prevenção, vigilância e controle das Hepatites virais.

A Hepatite é uma inflamação no fígado causada por vírus ou por outros fatores, a exemplo de medicamentos, doenças autoimunes, uso de álcool e herança genética.

Manifesta-se por meio de alguns sinais e sintomas como: febre, dejeções (fezes) de cor clara ou diurese (urina) escura, dores abdominais, vertigem, náusea, êmese entre outros, em alguns casos não apresenta nenhuma sintomatologia que possa identificar a doença.

Existem diferentes tipos de Hepatites que são classificadas com as letras do nosso alfabeto, dentre elas temos as D e E.

HEPATITES VIRAIS
AMaior número de casos, infecção simples de curar, contaminação via oral-fecal. Existe vacina.
BSegunda com maior incidência, contaminação por via sexual e contato sanguíneo. Existe vacina.
CÉ considerada o tipo mais grave e ainda não existe vacina.
DGeralmente quem tem a B, evolui para a D, a vacina do tipo B serve para as duas formas.
EAs formas mais graves afetam as gestantes, transmissão por via digestiva. Não tem vacina.
Fonte: Ministério da Saúde

Milhões de pessoas no Brasil podem ser portadores dessa patologia e em sua maioria não sabem.

As vacinas e os testes são disponibilizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para todos os cidadãos brasileiros, previna-se ou comece já seu tratamento! Não deixe de cuidar da sua saúde!

Por Dra. Andréia Braga, colunista do Portal Itnet