Autor de ameaças contra delegada Danielle Garcia em redes sociais é identificado e será indiciado

Ele já estava preso no Copemcan, pelo crime de latrocínio.

Foto: SSP/SE

A Polícia Civil identificou o autor das ameaças contra a delegada Danielle Garcia, feitas por meio de uma rede social, no mês de maio. Ele foi identificado como Diego Santos Silva, e já estava preso no Copemcan, pelo crime de latrocínio.

A investigação foi conduzida pela Delegacia de Simão Dias, sob comando do delegado Clever Farias, com o apoio da Polícia Penal. Diego será indiciado pelo crime de falsa identidade, ameaça e ingresso ilegal de celular em unidade prisional.

“As ameaças ocorreram por meio do perfil falso de Kayc Santos. Com as informações fornecidas pelos operadores de telefonia, descobrimos que o presidiário Diego Santos Silva foi o autor da ameaça, utilizando um aparelho celular dentro do Copemcan, onde se encontra preso desde 2012 pelo crime de latrocínio”, disse o delegado Clever Farias.

O celular utilizado por ele para fazer as ameaças foi apreendido durante revista à cela, feita pelos policiais penais, bem como outros aparelhos celulares.

Na imagem acima é possível ver todo o material apreendido na cela que Diego estava.