Sequência de derrotas e lanterna: o drama do Confiança na Série B

Seis derrotas consecutivas, uma vitória nos últimos 16 jogos, pior defesa e lanterna do campeonato. Essa é a situação atual do Confiança na Série B do Campeonato Brasileiro. Ontem, dia 1º, o Dragão do Bairro Industrial perdeu mais uma vez e aumentou ainda mais as chances de rebaixamento.

Atualmente, o time comandado por Luizinho Lopes – terceiro treinador na temporada, o segundo na Série B -, possui 13 pontos conquistados. São 13 vitórias, quatro empates e 15 derrotas em 22 jogos, com um aproveitamento de 19,7%, o pior dentre todos os times. Não por acaso, o time azulino está na última posição da tabela, a sete pontos de distância do Vila Nova, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Diferentemente das outras equipes que lutam contra o descenso, o Confiança é o que menos dá indícios de uma possível recuperação. Isso porque o Dragão tem não só os piores resultados, como também o pior elenco. Precisou reformular o grupo de atletas durante o campeonato e ainda perdeu jogadores importantes no meio do percurso.

Daniel Penha, um dos poucos nomes de destaque desta equipe, não permaneceu em solo aracajuano. O Atlético-MG, clube detentor de seus direitos, pediu o retorno do jogador, que acabou sendo novamente emprestado, mas agora para um time de fora do Brasil.

Além disso, o maior nome de destaque contratado, Hernane Brocador, não correspondeu. Ao invés dos gols que a torcida esperava, Hernane sofreu uma grave lesão. Pior, o jogador ainda não balançou as redes com a camisa azulina.

No fim das contas, expectativas baixas e uma realidade bastante complicada. Ainda há esperanças para o Gigante Operário?

Leia Mais

+ Itabaiana vence a terceira seguida e vai para a última rodada em busca da liderança
+ Sergipe empata com Retrô e garante classificação para segunda fase da Série D

Foto: Lucas Almeida/AD Confiança