logo

Cope divulga foto do suspeito de ter atirado no delegado Marcelo Hercos

Policial

Imagem Autor

Por Jornalismo Itnet

|

22/09/2021, às 10:00:21

Cope divulga foto do suspeito de ter atirado no delegado Marcelo Hercos

Denúncias sobre o paradeiro do homem podem ser repassadas ao 181.

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) divulgou a foto e identificação do suspeito de ter atirado no delegado Marcelo Hercos ontem, 21, durante uma abordagem num posto de combustíveis. O homem foi identificado como Wellington de Carvalho Bispo, que está foragido.

A Polícia Civil chegou à identificação do homem com o decorrer das investigações, que tem à frente o Cope e com base nas imagens das câmeras de segurança do posto onde o caso ocorreu.

Quem tiver alguma informação que possa chegar ao paradeiro do suspeito deve informar à PC, através do 181. O sigilo do denunciante é garantido.

O CASO:

Marcelo Hercos estava de folga e fazia compras numa loja de conveniência num posto de combustíveis no Bairro Aruana, em Aracaju, na tarde de ontem, quando na fila desconfiou que três homens passavam notas falsas.

Já fora da loja e ainda no posto, ele abordou o trio. Um deles reagiu, houve luta corporal e o suspeito conseguiu pegar a arma do delegado e atirou contra ele. Em seguida, os três fugiram, num carro que estava no posto.

O delegado foi socorrido, recebeu os primeiros atendimentos numa UPA e em seguida foi transferido para o Huse, onde passou por uma cirurgia.

“Os tiros atingiram o duodeno e o estômago, a ortopedia também se fez presente para a realização de um procedimento no polegar. O paciente segue internado em estado grave, intubado e na Unidade de Apoio Crítico, onde está sendo acompanhado por uma equipe multidisciplinar”, informou o Hospital.

DOIS PRESOS:

Na manhã de hoje, 22, policiais do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) realizaram a prisão de dois dos três suspeitos.

Eles foram presos numa pousada na Orla de Atalaia, e conduzidos em seguida para o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), responsável por investigar este caso. Os presos, identificados como Manuel Santos Farias Neto e Daniel dos Santos estavam com Wellington, conforme as investigações.

Marcelo já comandou a Delegacia Regional de Itabaiana e atualmente está lotado na 7ª Delegacia Metropolitana, em Nossa Senhora do Socorro.

Mais para Você