“Eu respeito o STF, respeito a decisão, mas não aceito, porque tenho consciência que sou inocente”, diz André Moura

Em coletiva na manhã desta segunda-feira, 04, pela primeira vez, o ex-deputado federal por Sergipe falou sobre a sua condenação no STF.

Pela primeira vez após a sua condenação no Supremo Tribunal Federal (STF) no último dia 29, o ex-deputado federal André Moura (PSC) se pronunciou publicamente acerca do assunto.

Ele reuniu a imprensa sergipana numa coletiva em Aracaju, e ao lado de familiares, dos advogados e da sua equipe disse que está tranquilo e vai provar a sua inocência.

“Eu respeito o STF, respeito a decisão, mas não aceito, porque tenho consciência que sou inocente”, afirmou André.

Segundo os advogados presentes, a defesa de André impetrou com um com uma “Questão de Ordem”, onde apresenta questionamentos sobre o julgamento do STF, que ocorreu na última quarta-feira, 29.

Os advogados ainda disseram que não é possível considerar André como condenado e inelegível, já que não há publicação da decisão pela Corte Suprema.

Em outras palavras, este assunto não encerra aqui e deverá ainda ter muitos desdobramentos, podendo até o julgamento ser anulado.

Sobre a eleição de 2022, André disse que continuará com a sua pré-candidatura, mas não informou ao qual cargo. O seu nome aparece entre os mais citados para o Senado.

Confira um trecho da coletiva:

Para conferir na íntegra, basta acessar este link.