O último caso ocorreu no povoado Saco Torto, na noite da terça, 05. No dia anterior, um homicídio e uma tentativa foram registrados na cidade.

Imagem ilustrativa da praça da igreja. Foto: redes sociais

A população de Malhador, no Agreste sergipano está assustada com os últimos episódios de violência na cidade. Num intervalo de 24h, dois homicídios e uma tentativa foram registrados, todos na zona rural.

O último caso ocorreu por volta das 20h da última terça-feira, 05, no povoado Saco Torto. Anderson Dantas de Oliveira, de 22 anos foi assassinado a tiros por um homem não identificado, que trafegava numa motocicleta.

O crime foi praticado em via pública e Anderson faleceu no local. A Polícia Militar, através da 3ª Cia do 3º BPM foi acionada e isolou a cena do crime, até a chegada do Instituto Médico Legal (IML).

O corpo de Anderson deu entrada na unidade, em Aracaju, por volta da meia noite e até às 06h de hoje, 06, ainda não havia sido liberado para sepultamento, visto que estava sem identificação oficial.

OUTROS CRIMES:

Na segunda-feira, 04, um homicídio e uma tentativa foram registrados no Assentamento Marcelo Déda, também na zona rural malhadorense.

Carlos Henrique Nascimento Silva foi assassinado a tiros e outro homem, identificado preliminarmente como João Paulo foi baleado.

Segundo a Polícia Civil, os dois são suspeitos de envolvimento em alguns crimes ocorridos na região e também são suspeitos de envolvimento com criminosos de cidades vizinhas, como Riachuelo e Laranjeiras.

A principal linha de investigação é que o homicídio e a tentativa tenham a ver com essas duas situações.

Assim como os casos da segunda-feira, a Polícia Civil também vai investigar a morte de Anderson, a fim de descobrir motivação e autoria e se os casos tem alguma ligação.