Ele é investigado pelos crimes de comércio ilegal de armas de fogo e de munições, tráfico de drogas e organização criminosa no município ribeiropolense.

O investigado Lucas Santos Farias, conhecido como “Pinóquio”, condenado a mais de 18 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio qualificado, se entregou à Polícia Civil nesta quarta-feira, 06.

Ele foi alvo na operação Corpus Christi, deflagrada dia 3 de junho desse ano, pela Delegacia de Ribeirópolis, onde é investigado pelos crimes de comércio ilegal de armas de fogo e de munições, tráfico de drogas e organização criminosa.

De acordo com as informações policiais, já constava contra Lucas, um mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado expedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Ele se apresentou espontaneamente com o seu advogado na 3° Delegacia Metropolitana (3ª DM), em Aracaju, e será ouvido no presídio quanto aos crimes em que é investigado pela Delegacia de Ribeirópolis.

O delegado Gregório Bezerra destacou que o ato do suspeito de se entregar à polícia reforça a relevância das ações que estão sendo desempenhadas pela segurança pública.

“A apresentação espontânea do suspeito pode ser compreendida como algo muito positivo no campo da atividade policial e da justiça, visto que essa apresentação é fruto do combate efetivo à criminalidade realizado através de ações integradas das Forças de Segurança do nosso Estado”, mencionou.

Fonte e foto: SSP/SE