Ele era bastante conhecido na cidade, por ter um som do tipo “paredão” presente em eventos.

O jovem que morreu em confronto com as forças policiais em Itabaiana na manhã desta quinta-feira, 07, numa residência no Bairro Marianga é o Rafael da Costa Santos, conhecido como “Rafael Scoobydoo”. Ele era bastante conhecido na cidade, por ter um som do tipo “paredão” sempre presente nos eventos.

Segundo a polícia, Rafael entrou em confronto com as equipes durante cumprimento de mandado de busca. A movimentação chamou a atenção de muitos curiosos do Bairro Marianga, principalmente porque um helicóptero da polícia sobrevoava a localidade.

Rafael é suspeito de integrar uma das associações criminosas investigadas na operação. Na residência dele, segundo a polícia foram apreendidos além de um revólver calibre 38, um tablete de maconha, um tablete de cocaína, joias e dinheiro em espécie.

A OPERAÇÃO:

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), o objetivo da operação é desarticular três quadrilhas, duas delas voltadas ao tráfico de drogas e outra, a roubo de chácaras no interior de Sergipe. Oito pessoas foram presas.

“Na investigação, o Denarc chegou à informação de que um dos grupos estava ameaçando integrantes de uma terceira organização criminosa. Esse outro grupo voltado ao roubo de chácaras”, disse a SSP, em nota.

As equipes apreenderam grande quantidade de drogas e armas e alguns mandados ainda estão sendo cumpridos em várias cidades. Além de Rafael, outros dois alvos da operação também morreram em confronto, em Campo do Brito.

A Polícia Militar de Sergipe e a Guarda Municipal de Aracaju também participam da operação.

A SSP ainda não informou qual a associação criminosa que Rafael integrava, nem o grau de sua participação na quadrilha e a sua periculosidade.