O crime ocorreu em maio de 2019, na capital sergipana. Ana Paula foi morta a golpes de marreta.

Foto: redes sociais

Começou a pouco, no Fórum Gumersindo Bessa, em Aracaju, o julgamento de Vitor Aragão, acusado de matar a sua companheira, a itabaianense Ana Paula Jesus dos Santos, a marretadas, em Aracaju, no dia 11 de maio de 2019.

Vitor estava preso no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan) em São Cristóvão e hoje, o júri popular decidirá como ficará este caso. A família de Ana Paula, que morreu aos 26 anos pede justiça.

O CRIME:

Ana Paula foi encontrada sem vida na residência que vivia com Vitor, em Aracaju. No primeiro momento, o companheiro dela disse que a casa foi invadida por marginais e que ela foi vítima de latrocínio.

Porém, com o andamento das investigações, a Polícia Civil descobriu que não houve uma terceira pessoa na casa e que Vitor foi o responsável por golpear a companheira com golpes de marreta, o que ocasionou a sua morte.

O crime chocou as pessoas que conheciam o casal e repercutiu bastante em todo estado, principalmente em Itabaiana, terra natal de Ana Paula.

Vitor e Ana Paula tiveram um filho juntos, que atualmente tem dez anos. O Portal Itnet está acompanhando este caso e traremos novas informações em breve.