Ele é acusado de ter matado a sua esposa a marretadas, no ano de 2019.

O julgamento de Vitor Aragão, acusado de ter assassinado a marretadas a sua esposa, a itabaianense Ana Paula Jesus dos Santos, a marretadas, em Aracaju, no dia 11 de maio de 2019 retomou na manhã desta quinta-feira, 14.

Ele foi a júri popular e a sua sentença deve sair ao longo do dia de hoje. O julgamento ocorre no Fórum Gumersindo Bessa, na capital sergipana, desde ontem, tendo sido suspenso no início da noite.

Conforme informações coletadas pela nossa equipe, algumas testemunhas foram ouvidas ontem, outras serão hoje e o réu, Vitor Aragão deve prestar o seu depoimento também hoje, para em seguida, o júri popular dar a sua sentença e decisão.

O CRIME:

Ana Paula, que à época do crime tinha 26 anos foi encontrada sem vida na residência que vivia com Vitor, em Aracaju. No primeiro momento, o companheiro dela disse que a casa foi invadida por marginais e que ela foi vítima de latrocínio.

Porém, com o andamento das investigações, a Polícia Civil descobriu que não houve uma terceira pessoa na casa e que Vitor foi o responsável por agredir a companheira com golpes de marreta, o que ocasionou a sua morte.

O crime chocou as pessoas que conheciam o casal e repercutiu bastante em todo estado, principalmente em Itabaiana, terra natal de Ana Paula.

Vitor e Ana Paula tiveram um filho juntos, que atualmente tem dez anos; a criança mora com o tio, irmão de Ana Paula, que tem a guarda.

A família da jovem pede justiça pela sua morte e acredita que Vitor será condenado, com pena máxima.

O Portal Itnet seguirá acompanhando este caso e novas informações serão adicionadas em breve.