Ele faleceu na madrugada do último domingo, 17, no Hospital São Lucas, onde estava internado.

O corpo do delegado Marcelo Hercos Lyrio, que faleceu na madrugada do último domingo, 17, aos 42 anos foi velado em Aracaju, no Piaf da Rua Laranjeiras.

Por volta das 10h de hoje, 18, foram realizadas homenagens policiais na Rua Porto da Folha e em seguida, um cortejo com o corpo saiu em direção à saída de Aracaju e posteriormente, parte do cortejo seguiu para Alagoinhas, na Bahia, onde ocorreu a cremação do corpo, numa cerimônia mais restrita.

Marcelo Hercos estava internado no Hospital São Lucas, em estado grave, se recuperando dos tiros que o atingiram durante uma abordagem a criminosos, num posto de combustíveis, em Aracaju, no dia 21 de setembro.

Hercos foi socorrido em estado grave e levado ao Hospital de Urgência Governador João Alves Filho e após a sua situação melhorar, foi transferido para o Hospital São Lucas, onde faleceu na madrugada do domingo.

Ele ingressou na Polícia Civil de Sergipe em 2006. Em 15 anos, Hercos atuou em várias unidades do estado.

Foi Delegado Regional de Itabaiana, também comandou as delegacias de Boquim, Pedrinhas, Porto da Folha, Japaratuba, Pirambu e a 9ª Delegacia Metropolitana, em Aracaju, onde estava lotado atualmente.

Marcelo Hercos também atuava em apoio a Delegacia de Proteção Animal e Meio Ambiente (Depama) nos municípios do interior de Sergipe.

Todos os quatro envolvidos no caso que culminou na morte do delegado estão presos.