O programa ficará no lugar do Bolsa Família, e o objetivo é alcançar famílias de baixa renda de todo Brasil.

O Ministério da Cidadania, através do Ministro João Roma confirmou nesta quarta-feira, 20, que o Auxílio Brasil será de R$ 400,00 até o fim de 2022 e o pagamento do benefício iniciará realmente no mês de novembro, com o fim do auxílio emergencial.

O programa ficará no lugar do Bolsa Família e o valor pago às famílias de baixa renda brasileiras será de 20% a mais do programa em vigor no momento.

Esses 20% de aumento não serão sobre o valor unitário do benefício, mas sobre a execução de todo o Auxílio Brasil.

Em relação ao valor de R$ 400,00, o Ministro informou que isso foi pedido pelo presidente Jair Bolsonaro, para que todos os beneficiários recebam entre novembro de 2021 e dezembro de 2022, esse valor fixo.

“Estamos estruturando um benefício transitório, que funcionaria até dezembro do próximo ano, e esse benefício transitório teria por finalidade equalizar o pagamento desses benefícios para que nenhuma família beneficiária receba menos de R$ 400”, informou João Roma.

Ainda de acordo com o chefe da Cidadania, o programa Bolsa Família é pago a cerca de 14,7 milhões de famílias, e o Auxílio Brasil deverá chegar a 17 milhões. Segundo Roma, a atual fila de espera de famílias que desejam receber o Bolsa Família será zerada em dezembro.

Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o Auxílio Brasil poderá ser financiado com cerca de R$ 30 bilhões fora do teto de gastos.

Foto: Agência Brasil