O acusado de matar o caminhoneiro a pauladas, em 2018, na cidade de Itabaiana vai a júri popular nesta terça-feira, 26.

“Queremos justiça! Só Deus sabe a dor da saudade que tenho do meu pai”, disse à nossa equipe a jovem Juliana Oliveira, filha do caminhoneiro Manoel Gomes de Oliveira Filho, de 47 anos, conhecido como “Pezão Caminhoneiro”, morto a pauladas em 2018, em Itabaiana.

O caso está em evidência neste momento visto que, nesta terça-feira, 26, ocorrerá o julgamento, através de júri popular, do acusado de ter matado o caminhoneiro, a pauladas.

Italo Rian Santana dos Santos, que está preso, na época do crime trabalhava como catador de material reciclável, e teve uma discussão com Pezão, na frente da residência da vítima.

O julgamento terá início às 09h, e ocorrerá no Fórum Maurício Graccho Cardoso, sendo realizado pela 2ª Câmara Criminal do município serrano.

Na ocasião serão ouvidas testemunhas, o réu e os jurados darão a sua decisão, pela condenação ou não.

A família espera que três anos após o crime, a justiça seja feita, resultando na condenação de Italo. “A dor é grande e só sabe quem já perdeu um pai”, completou a filha de Pezão.