Ele está sendo julgado através de júri popular. Família da vítima pede justiça!

Começou por volta das 10:30h desta terça-feira, 26, o julgamento de Italo Rian Santana dos Santos, acusado da morte do caminhoneiro Manoel Gomes de Oliveira Filho, conhecido como “Pezão Caminhoneiro”, morto a pauladas em 2018, em Itabaiana.

O julgamento é através de júri popular e ocorre no Fórum Maurício Graccho Cardoso, pela 2ª Câmara Criminal de Itabaiana.

Ao longo desta terça-feira serão ouvidas as testemunhas, o réu e em seguida, os jurados darão a sua decisão. Possa ser que o julgamento não termine hoje, tudo vai depender do andamento.

O Portal Itnet esteve no Fórum antes do início do julgamento, flagrou a entrada de Italo e em entrevista à nossa equipe, a irmã de Pezão pediu justiça.

Assista:

O CRIME:

Pezão foi morto a pauladas na manhã do dia 17 de agosto de 2018, na rua Abdias Venâncio Neto, localizada no bairro Serrano, em Itabaiana. As pauladas atingiram a sua cabeça.

O pedaço de madeira utilizado no crime estava ao lado do corpo da vítima e o crime aconteceu após uma discussão entre Manoel e Italo, que era catador de recicláveis, em frente à casa da vítima.

Italo foi preso em abril de 2019, no município de Brejo Grande e as investigações apontaram que ele matou o caminhoneiro, pois este reclamou que o catador havia mexido no lixo em frente da sua residência.

“Italo se armou com um pedaço de madeira e desferiu golpes na cabeça da vítima, que morreu no local”, detalhou o delegado Tarcísio Tenório, à época da prisão.