A Prefeitura de Aracaju finalizou nos últimos dias a reforma do estádio do Sergipe, o João Hora de Oliveira. Utilizado como Hospital de Campanha durante o ápice da pandemia, o local passava por reformas e havia a expectativa da devolução ao Sergipe desde maio.

Com certo atraso, a reforma foi concluída e o Mundão do Siqueira Campos voltou a ser gerido oficialmente pelo Sergipe nesta terça-feira, 26. Segundo o clube, a partir de agora a missão será de organizar e gerir toda a estrutura do estádio.

A reforma

Por conta do hospital ter sido instalado no gramado, o João Hora precisou passar por muitos ajustes. Entre grama, sistema de irrigação, pintura e outros detalhes além da parte do campo, o JH ficou um tempo indisponível para o Sergipe.

Havia expectativa, inclusive, de que o clube pudesse utilizá-lo ao menos para os treinos durante a Série D. Mas não aconteceu. O prazo que em maio era de 60 dias se estendeu muito mais, e assim a temporada colorada acabou sem que o time pudesse voltar para sua casa.

Retorno para 2022

Em 2022, o Mais Querido terá novamente sua casa a disposição para uso durante a temporada. E o estádio volta em boa hora. Com calendário cheio, o Sergipe jogará o Campeonato Sergipano, a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro no ano que vem.

Ainda não foi divulgado pela diretoria se o Gipão irá mandar os jogos no Mundão. Em 2021, com o JH indisponível, a casa do colorado foi a Arena Batistão. Em outros anos, mesmo com o João Hora em condições, o Sergipe também optou por jogar no Batistão. De todo modo, sem dúvidas o clube usará sua tradicional casa para os treinamentos, eventos e acomodações gerais.

Foto: Ascom/CSS