Durante entrevista a Luiz Carlos Focca, Luciano disse que pelo que foi mostrado a ele, os preços não são abusivos.

A problemática envolvendo o funcionamento da Central de Abastecimento de Itabaiana (Ceasa) continua sendo um dos assuntos mais conversados na cidade serrana.

E hoje, 29, em entrevista ao programa Jornal da Manhã, da Itabaiana FM, um feirante direcionou uma resposta ao deputado Luciano Bispo.

“Se ele acha que os preços não são abusivos deveria ir pra Ceasa vender verdura também. Ele diz isso porque todo mês o dinheiro dele entra na conta”, disse o feirante.

O comentário do homem faz referência à entrevista que Luciano Bispo concedeu a Luiz Carlos Focca na terça-feira, 26, na Câmara de Vereadores. O repórter da TV Itnet perguntou ao presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) se ele acha os preços cobrados pela administração da Ceasa aos comerciantes abusivos.

Luciano respondeu que pelo que foi mostrado a ele, os preços cobrados pela empresa que administra a Central não são abusivos, mas se forem, é preciso “sentarem e conversarem”.

Luciano tirou “o seu corpo fora” desta discussão envolvendo funcionamento e preços e o de Belivaldo Chagas também.

Ele atribuiu a culpa do não funcionamento da Central ao prefeito de Itabaiana Adailton Sousa e disse que o Governo fez a sua parte, que foi executar a obra e que ele (Luciano) também fez a sua, que foi convencer os governadores Marcelo Déda, Jackson Barreto e o próprio Belivaldo a colocarem recursos à construção.

“Agora é com o município, com o prefeito, que tem que junto com a empresa discutir com os feirantes. O prefeito não pode fugir dessa responsabilidade”, disse Luciano.

Confira a fala dele nesta entrevista: