Caso ocorreu no último sábado, dia 23, no bairro Usina – segundo populares, o agressor foi baleado pelo cunhado

Maria São Pedro de Jesus Santos, de 33 anos, faleceu neste sábado, dia 30, exatamente sete dias após ter sido esfaqueada por seu marido, no município de Campo do Brito, na região agreste do Estado.

Na ocasião, tanto ela quanto o marido, que foi alvejado a tiros pelo cunhado, de acordo com o testemunho de populares, foram socorridos e levados ao Hospital Regional de Itabaiana e, posteriormente, transferidos para o Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho, em Aracaju.

Durante toda a semana ela permaneceu hospitalizada, mas acabou não resistindo aos ferimentos. Seu marido continua hospitalizado e deverá responder por homicídio doloso e crime de feminicídio.

Já seu irmão, suposto autor dos disparos que atingiram seu marido, continua foragido.

O CASO

Na noite de sábado, dia 23, policiais militares atenderam uma ocorrência inusitada no bairro Usina, em Campo do Brito. De acordo com o testemunho de vizinhos, um homem teria esfaqueado sua esposa, Maria São Pedro de Jesus Santos, 33, e depois sido baleado por seu cunhado, irmão da vítima.

Quando os PMs da 1ª Cia chegaram na cena da ocorrência, já havia uma grande movimentação de pessoas. Eles encontraram o marido caído em via pública, com ferimentos causados por arma de fogo. Dentro de sua residência, Maria São Pedro se encontrava ferida por golpes de arma branca.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e encaminhou o casal ao Hospital Regional de Itabaiana.

Imediatamente, a equipe de policiais realizou diligências, a fim de localizar o autor dos disparos, mas não obteve êxito. O caso foi continua aberto na Polícia Civil do município britense.

Foto: redes sociais