Gritos de socorro foram ouvidos por moradores do povoado onde ocorreu o crime.

Foto: redes sociais

Na noite da última quinta-feira, 04, José Adjenal Santos, de 51 anos, conhecido como “Nal” foi assassinado a facadas numa estrava vicinal no povoado Lagoa, em Campo do Brito. Ele saiu de Itabaiana, onde residia, com um passageiro, com destino ao município britense e no caminho, o homem deu as facadas e fugiu levando a moto da vítima e uma quantia.

A Polícia Militar, através da 1ª Cia do 3º BPM foi acionada por moradores da localidade, que ouviram gritos de socorro e quando saíram viram Adjenal ferido, buscando ajuda; uma moradora disse aos policiais que ele, mesmo ferido informou que foi vítima de um assalto.

Vítima e autor trafegavam pela rodovia João Paulo II, e provavelmente, o homem deve ter obrigado o mototaxista a adentrar na estrada vicinal.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada para prestar os primeiros socorros à vítima, mas ele acabou não resistindo.

A PM isolou a cena do crime e acionou o Instituto Médico Legal (IML), a Criminalística e também a Polícia Civil, que será responsável por investigar o crime, chegar à identificação deste passageiro e descobrir se o caso de fato foi um latrocínio (roubo seguido de morte), ou se o homem tinha a intenção de tirar a vida do mototaxista, e motivação.

O corpo de Adjenal deu entrada no IML, em Aracaju, durante a madrugada desta sexta-feira, 05. Em breve traremos novas informações acerca deste caso.