Segundo a Polícia, o homem informou que vendeu as joias, mas não disse para quem.

Na última quinta-feira, 04, policiais da 4ª Delegacia Metropolitana realizaram a prisão de Roberto Oliveira Santos Junior, conhecido como “Darold”. Ele é suspeito de furtar as joias da jornalista Ana Alves, filha da Senadora Maria do Carmo Alves e do saudoso João Alves, avaliadas, segundo a vítima, em R$ 300 mil.

Ele foi preso em Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju, e estava foragido desde que o caso foi comunicado à polícia, no mês de setembro.

No momento da prisão, Roberto não foi encontrado com o material furtado e disse que vendeu as joias, mas não informou a quem. Segundo ele, os furtos foram cometidos entre os meses de junho e agosto.

De acordo com as investigações, Roberto Santos tinha livre acesso ao apartamento de Ana Alves, e se aproveitou da circunstância para realizar os crimes. 

“O furto foi noticiado tempos depois da efetiva subtração e o material produto do crime ele é facilmente transformado. Assim sendo, ele pode ter repassado essas joais, que foram derretidas e transformadas em outras joais. Então, aí está a nossa dificuldade de identificar precisamente e recuperar as peças que foram subtraídas”, informou a delegada Carina Rezende, titular da 4ª DM.

A Polícia Civil vai continuar as diligências, a fim de encontrar outros possíveis envolvidos no furto, bem como as pessoas que compraram as joias.