A vítima era bastante conhecida na região e o crime chocou a população, principalmente pela forma brutal que ocorreu.

Foto: redes sociais

Nas primeiras horas da última sexta-feira, 05, um feminicídio foi registrado no município de Nossa Senhora Aparecida. A vítima foi Edilene de Jesus Santos, de 49 anos e o principal suspeito do crime, seu ex-companheiro foi preso próximo da casa onde ocorreu o fato.

Edilene foi morta por golpes de uma barra de ferro, que atingiram a sua cabeça. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada até o Hospital de Urgência Gov. João Alves Filho, mas acabou não resistindo.

Pelo que foi levantado pela Polícia, Edilene estava em casa pela manhã, quando o seu ex-companheiro pulou o muro e conseguiu entrar na casa e agredi-la, chegando inclusive, a amarrá-la.

Os filhos ouviram os pedidos de socorro da mãe e quando se levantaram perceberam que Edilene estava bastante ferida, principalmente na cabeça. A Polícia Militar prendeu o suspeito, identificado como Gismarques Vieira Pereira, próximo ao local.

Edilene trabalhava como agente de saúde do município aparecidense e era bastante conhecida na região. O crime chocou a todos.

O suspeito está à disposição da Justiça sergipana.