Por seis votos a um, TSE derruba decisão do TRE-SE e governador e sua vice continuam com seus mandatos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou nesta terça-feira, dia 9, os recursos contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) que cassou o mandato da chapa composta por Belivaldo Chagas Silva (PSD) e Eliane Aquino (PT), mantendo o governador e sua vice com seus mandatos.

A polêmica decisão do TRE-SE sobre as eleições de 2018, aconteceu em agosto de 2019, seguindo a acusação do Ministério Público Eleitoral (MPE), na qual Chagas teria utilizado a máquina estatal em benefício próprio durante as eleições para governador do estado, o que se configuraria como abuso de poder político.

Por seis votos a um, os ministros do TSE finalizaram a sessão com a anulação da cassação de Chagas e Aquino, mantendo assim o governador e sua vice com seus respectivos mandatos.